O seu produto VALE ou CUSTA?
   Autor: Artur Ximenes

Sua equipe conhece o que vende ou só o preço do que vende? Geralmente os clientes compram benefícios e não características ou preço.

Sua equipe gosta do que faz ou trabalha só pelo que ganha? Quem gosta do que faz, geralmente produz mais e atende melhor.

O que o difere dos demais concorrentes? Exclusividade, novidade, atendimento, serviços, preço, conforto, comodidade, proximidade, pronta entrega, forma de pagamento, a embalagem...

Descubra seus pontos fortes e os evidencie, em contra partida, corrija suas deficiências.

Você expõe, arruma ou coloca os produtos na loja?

Exposição bem feita desperta desejo de compra, vende mais!

Os produtos de marca estão em local de destaque?

O posicionamento dos produtos de marca dentro da loja pode fazer com que vendam mais ou menos.

Sua loja é aconchegante? As pessoas conseguem se locomover facilmente? Os produtos estão precificados e no alcance das mãos? O mobiliário de sua loja está atualizado?

Quanto mais tempo um cliente permanecer dentro de sua loja, maiores as chances de venda.

Você disponibiliza várias formas de pagamento, cartão, cheque pré-datado, crediário, caderneta?

É pouco inteligente não disponibilizar opções de venda a prazo e principalmente com cartões de crédito ou débito.

A grade de produtos está completa? O mix está adequado ao perfil de consumidores no que se refere a cores, tamanhos, numeração, potência, sabores, marcas entre outros?

Se o cliente não encontra o que quer na sua loja vai comprar no concorrente. A mulher é sem dúvida o principal personagem do varejo, é ela quem decide a maior parte das compras. Sua loja está preparada para atender esse consumidor complexo e cada vez mais exigente?

Algumas dicas:

* Mantenha sempre o contato com seus clientes, converse, pergunte, solicite sugestões;

* Viaje, visite feiras, lojas de outros segmentos, faça parcerias com lojistas de outros segmentos, experimente, teste, copie;

* Planeje bem e concentre-se quando estiver comprando, 50% do sucesso da venda esta na qualidade de suas compras;

* Solicite a seus fornecedores dicas, sugestões, monte um calendário de ações e proponha parcerias;

* Treine, motive, ensine, cobre sua equipe.

Dinheiro não acaba, só muda de lojista.

Quem estiver atento vai conseguir se manter competitivo em relação a seus concorrentes diretos e indiretos, que entram no bolso de seus clientes cada vez com mais antecedência (telefone celular, TV a cabo, provedor de internet, plano de saúde entre outros...).

“Mantenha-se em movimento, pois o mercado não tolera a inércia”.